segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

eu bem tento

pensar noutras coisas, mas esta situação do Papá J, deixa me stressada e muito.
Porque é o nosso futuro, se ele optou por ir trabalhar para fora, era porque aqui já não havia nada para ele, e vai estar longe da família, vai enfrentar outra cultura...e o mínimo que se pede é que se saiba com o que se pode contar.

é claro, que ele foi para fora, para termos mais ao fim do mês e podermos fazer um pé de meia, senão tinha cá ficado a a viver a conta de subs de desemprego e afins, mas não, ele (nós) quer trabalhar...só que tem de ser lá fora...quase que podemos dizer no outro lado do mundo.

será assim tão complicado, para que o director do atelier o chama-me e lhe diga:

"Meu amigo isto é o que temos para lhe oferecer..."

Mas até agora nada...

Eu sei que sofro por antecipação, mas isto já começa a ter efeitos em mim, de tal forma que estou atrasada e sei que é td provocado pelos nervos...
Tento me manter clama, a cada contacto dele espero ouvir boas noticias...

Temos mesmo de aguardar...certo???
Assim como assim, pouco falta para o fim do mês, e espero que pelo menos este mês já lhe paguem o ordenado.


                                                 aqui está algo que eu devia fazer...afastava o stress todo 

3 comentários:

na america profunda disse...

Pois assim e' complicado, e imagino o teu stress, mas tenta relaxar um pouco, a fazer algo que realmente gostes
bjinhos

ROSINHA disse...

Eu sei que é fácil falar (no caso escrever) mas é preciso paciência e muita para superar tanta adversidade...
Beijinhos com muita sorte*

Luisinha disse...

Tem calma, respira fundo, que tudo vai ter o seu rumo~. Eu sei que é fácil falar para quem está de fora, mas realmente é o melhor, ou então ele que pergunte directamente como vai ser, está no seu direito!! Bjinhos